---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

História do Município

Publicado em 28/08/2014 às 15:00 - Atualizado em 04/09/2017 às 09:58

Como tudo começou

"Em agosto de 1877 partiam da Itália os primeiros italianos destinados à recém-criada "Colônia Luiz Alves", fundada neste ano, às margens do rio de mesmo nome, afluente do Itajaí-Açu. No dia 10 de novembro de 1877, ocorreu o desembarque de 311 imigrantes italianos no Porto de Itajaí, vindos do Rio de Janeiro. Dos desembarcados, 79 optaram pela colônia. Os demais permaneceram em Itajaí e insistiam na preferência pela Colônia Brusque. No barracão dos imigrantes, através do intérprete, eram negociados os lotes e acertados os acordos com o Inspetor de Terras, representante da Província e o agente colonizador. (...) Júlio Grothe, responsável pelo núcleo colonial de Luís Alves, num de seus relatos, escreveu que no dia 23 de novembro teve início uma jornada rio acima.

Em duas embarcações, de propriedade de João Marçal Bastos, os 79 imigrantes italianos (homens, mulheres e crianças) partiram do Itajaí Mirim, onde estavam alojados e naquelas embarcações, empurradas a varejão, subiram o Itajaí-Açu. Nas imediações de Ilhota, entraram na barra do rio Luís Alves. As balsas encaminharam-se para o Rio do Peixe, localidade à foz do mesmo nome, onde, em terras de João Mafra, havia um porto para transporte de madeira. Passando pela foz do Ribeirão das Canoas, as balsas chegaram às proximidades do "Salto Grande".

Neste local a viagem foi interrompida porque o rio era intransitável devido às inúmeras quedas. Iniciaram outra jornada, sempre margeando o rio, pelo picadão da mata, em terras de Antônio Pereira Liberato, que os levaria onde estava construído o galpão para imigrantes, com 45 metros de comprimento e 9 de largura, depois mais 15, fechado com tarimbas, com a capacidade para abrigar até 500 pessoas. Esse trajeto foi feito a pé. Os animais cargueiros auxiliavam no transporte dos pertences, como descreveu Júlio Grothe, em seu ofício de 20 de julho de 1877 ao Governo Provincial.

No dia 29 de novembro de 1877 chegaram os 79 italianos na sede do núcleo colonial, no barracão que ficava numa clareira aberta na mata virgem, na confluência dos rios Luís Alves e Serafim.

Em 05 de dezembro de 1877 chegaram ao mesmo galpão mais 100 italianos. Esses se juntaram aos outros 79 e, no dia 10 de dezembro, todos foram encaminhados para o Braço Direito e o Primeiro Braço do Norte, à margem esquerda do rio Luís Alves." BOHN, Pe. Antônio Francisco - "Colônia Luiz Alves": Povoamento Italiano e Catolicismo de Imigração: 130 anos de história (1877-2007).Blumenau: 3 de Maio, 2007. p. 5-6

Outras informações de acordo com Oliveira, Didymea Lazzaris de, POR UM PEDAÇO DE TERRA - LUÍS ALVES, sua colonização a partir de 1877, Editora Univali, 1997.História:

O grupo de 79 imigrantes italianos era composto por bergamascos e mantovanos (ou mantuanos).

Dentre os 311 imigrantes que chegaram ao porto de Itajaí em 10 de novembro de 1877, havia não somente italianos, mas também austríacos.

No dia 22 de dezembro de 1877 chega o terceiro grupo de imigrantes, composto por 49 austríacos e 2 alemães, que foram encaminhados para o Ribeirão Máximo, tomando posse dos terrenos em 30 de dezembro.

A Colônia era composta de 52 lotes, medindo cada um 275 X 1.100 metros.

Os principais problemas enfrentados pelos imigrantes foram: infestação de borrachudos, diarreia, calor, colônia distante das cidades vizinhas, abandono da colônia pelos dirigentes, colonização mista e sem planejamento, inexistência de líder interessado pelo progresso da colônia.

Em 09 de abril de 1880 a colônia foi extinta.

De 21 a 27 de setembro de 1880 houve uma grande enchente, que matou 25 pessoas, pois as casas eram construídas à beira dos rios. O governo prestou socorro apenas por dois meses. Com isso, muitas pessoas abandonaram a colônia.

Em 10 de outubro de 1902, Luiz Alves passou a ser "Freguesia", em 13 de julho de 1903, a "Distrito", em 31 de março de 1938, a "Vila". Passou a ser município através da Lei Promulgada nº 348, de 21 de junho de 1958, que o desmembrou do Município de Itajaí. O Município de Luiz Alves foi instalado em 18 de julho de 1958.

Data de criação da colônia: 1877 
Data de emancipação política: 21/06/1958 
Data de instalação da emancipação política: 18/07/1958 
Data de comemoração: 18/07/1958 
Lei de criação: Lei Estadual nº 348 - 21.06.1958 
Município de origem: Itajaí 

CLIQUE AQUI E ASSISTA AO VÍDEO DE ENCENAÇÃO DA CHEGADA DOS IMIGRANTES ITALIANOS À COLÔNIA LUIZ ALVES! 

 

Colonização

A Colônia Luiz Alves foi colonizada por imigrantes italianos, mas aqui já havia famílias açorianas em menor número. Além destes imigrantes, também vieram alemães (segundo maior em número), austríacos, belgas, poloneses e franceses.

Origem do nome

No livro "Colônia Luiz Alves": Povoamento Italiano e Catolicismo de Imigração: 130 anos de história (1877 - 2007)/ Pe. Antônio Francisco Bohn. - Blumenau: 3 de Maio, 2007, p. 30-31, o autor cita: "O nome Luís Alves provém de um dos moradores da barra do Itajaí-açu. Quando em 1842 Van Lede, engenheiro diretor da colônia belga de Ilhota explorou o rio, estava na casa desse cidadão assim chamado. Ele relata: 'A uma hora, achava-nos na confluência do Luiz Alves com o Itajaí. Ali morava o Dr. Luiz Alves, que deu seu nome ao rio.(...) A casa de Luiz Alves, construída na mesma encosta de um morro de grés na confluência do rio que tem o seu nome com o Itajaí Grande (Açu), acha-se situada num local encantador. (...) Às três horas, despedimo-nos de Luiz Alves e tornamos a embarcar...' (Van Lede, Charles. De la colonisation au Brésil - La Province de Sainte Catherine - Mémoire historique, descritif, statisque et commerciel. Bruxelles: Librarie Polytecnique, 1843. Citado por vários autores, entre eles D'Ávila, Edison. Luís Alves - Breve Histórico de um Município Centenário. Itajaí: Museu Histórico, 1977)

Obs.:O nome é grafado LUIZ em todos os antigos documentos referentes a esta colônia, conforme Melchioretto, Joaquim - Luís Alves: o paraíso verde do vale, p.15. Também a lei de criação do município utiliza esta grafia (Lei Promulgada 348, de 21/06/1958). No entanto, desde o registro da primeira lei municipal (Lei 1/1959)foi utilizada a grafia "Luís". O Decreto 49/2015 estabelece obediência à Lei Promulgada 348 quanto à grafia como Luiz Alves.

 

Outras informações, de acordo com a Enciclopédia dos Municípios Brasileiros (IBGE):

“Em 1918 foi criada a Agência Fiscal de Luís Alves” – p.173

“Em 1927, foi contratado o serviço de luz e força do distrito de Luís Alves, sendo inaugurado em fevereiro, quando a 12 do mesmo mês se comemorou solenemente o 50º aniversário da fundação do distrito”-  p. 173

Em 1930 aconteceu a instalação do Edifício da Intendência de Luís Alves – p. 174

 

“Pela Lei Provincial nº 895, de 31/03/1880, e pela Lei Municipal de 10/01/1903, é criado o distrito de Luiz Alves e anexado ao município de Itajaí” – Fonte: http://cidades.ibge.gov.br/painel/historico.php?lang=&codmun=420820

 

 

 


Galeria

  • {{galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
Fechar

Galeria de Audios