---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

Aptidão Agrícola

Publicado em 03/07/2014 às 08:59 - Atualizado em 05/10/2015 às 09:46

Holericultura e reflorestamento - Ribeirão Máximo
Créditos: João Scharf Baixar Imagem

No Município de Luiz Alves, a exemplo da região, existem quatro grupos de aptidão para o uso agrícola e capacidade e exploração dos recursos naturais, derivados das condições climáticas, dos tipos de solo e da conformação do relevo dos terrenos conforme o mapa temático 10 - Aptidão Agrícola.

Grupo 1 - Pouca aptidão para o uso agrícola, a não ser em casos especiais. Terras que parecem excluir a aptidão para a produção sustentada para as culturas agrícolas tradicionais. Apresentam algumas possibilidades para usos menos intensivos. Trata-se de terras ou paisagens nas quais devem ser estabelecidas ou preservadas as coberturas vegetais, não só por razões ecológicas mas também para a proteção e preservação das áreas contínuas agriculturáveis. Apresenta índices agroclimáticos superiores a 85%, declividades geralmente superiores a 55% com terras que apresentam limitações moderadas a fortes em suas propriedades físico químicas e morfológicas (Cambissolos álico) e ainda com restrições mais
acentuadas quando apresentam excesso de cascalhos, pedregosidade e rochosidade.

Grupo 2 - Aptidão restrita a quase todos os níveis de manejo (baixo, médio e alto níveis tecnológicos e de aplicação de capital e pesquisa). São terras que apresentam fortes limitações para a produção sustentável de um determinado tipo de utilização, observando-se as condições de manejo considerado. Essas limitações reduzem a produtividade ou os benefícios, ou então aumentam os insumos necessários, de tal maneira, que os custos somente seriam justificados marginalmente. Apresenta índices agroclimáticos superiores a 85% com declividades entre 25 a 40%. São áreas não motomecanizáveis, mas susceptíveis a serem trabalhadas com implementos especiais. Requerem praticas intensivas e permanentes de conservação dos solos (Podzólico Vemelho-amarelo Latossólico álico). São terras que apresentam limitações fracas a moderadas em suas propriedades físico químicas e morfológicas.

Grupo 3 - Aptidão regular para a silvicultura. Baseado em práticas agrícolas que refletem um nível tecnológico médio com modesta aplicação de capital e de resultados de pesquisa. São terras que apresentam limitações moderadas para a produção sustentável de um determinado tipo de utilização, observando-se as condições de manejo considerado. Essas limitações reduzem a produtividade ou os benefícios, elevando as necessidades de insumos necessários, para aumentar as vantagens globais. Estas vantagens são sensivelmente inferiores àquelas auferidas em terra de Boa Aptidão. Sua principal restrição está relacionada ao relevo ondulado (declividades entre 40 e 55%). Áreas não mecanizáveis com limitações fracas a moderadas em suas propriedades físicas e químicas.

Grupo 4 - Aptidão regular a quase todos os níveis de manejo (médio e alto níveis tecnológicos e de aplicação de capital e pesquisa). São terras planas que apresentam fortes limitações para a produção sustentável de um determinado tipo de utilização, observando as condições de manejo considerado. Estas limitações reduzem a produtividade ou os benefícios, ou então aumentam os insumos necessários, de tal maneira, que os custos somente seriam justificados marginalmente. No município ocorre na porção mais distal da Bacia do Rio Luiz Alves, em áreas planas e de deposição recente.

Apesar da geral falta de fertilidade dos solos do município, a região é bastante desenvolvida em termos de agricultura e outras culturas arbóreas. Neste sentido cabe salientar que tais culturas não são muito exigentes em termos de qualidade de solo. Desta forma há que se considerar que estes solos vão requerer, no futuro, a implementação de técnicas de manejo, direcionadas principalmente à sua conservação, pois a região é bastante susceptível ao carreamento e à erosão superficial. Este fato, aliado aos tipos de culturas agrícolas predominantes, podem em médio prazo prejudicar os cultivos ora instalados.


Fonte: Plano Diretor Municipal de Luiz Alves, p. 29-30.

(Confira nos mapas 07 e 00 os locais e tipos de cultivo)


Galeria de Fotos

  • {{galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
Fechar